Notícias

09/11/2018 15:11

Novo sistema de RH é apresentado a 200 lideranças de órgãos estaduais

“O governo baiano dará um salto na automatização de processos e este salto exige de nós responsabilidade grande e uma nova visão de gestão de pessoas”. O recado foi dado na manhã desta sexta-feira (09.11) no auditório da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) por Wilson Freitas, gestor de negócio do RH Bahia, o projeto de modernização da gestão de pessoas do Estado por meio do software SAP. 

Na platéia, estavam cerca de 200 lideranças da Seagri, Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Secretaria da Justiça e Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Casa Civil, Vice Governadoria e Gabinete do Governador.

Iniciativa da SDR, o evento teve como objetivo preparar superintendentes, diretores e outras lideranças do Estado para a implantação do novo sistema de gestão de Recursos Humanos do Estado, que entrará nem operação a partir de janeiro de 2019.  “O RH Bahia representa, entre outras coisas, um ganho para o Estado em termos de responsabilidade para com os recursos públicos, já que a folha de pagamento representa hoje a maior despesa do Estado”, ressaltou Wilson.

De acordo com o gestor, hoje 57% dos cálculos da folha de pagamento são feitos manualmente. “Com o novo software, será tudo informatizado, o que evitará falhas que geram impacto para os cofres públicos”, ressaltou. Além disso, o novo sistema irá gerenciar não só a folha de pagamento, mas os mais diversos processos da área de RH, como Seleção e Recrutamento, Planejamento de Carreira e Sucessão e Aposentadoria, entre outros. 

Para os servidores, uma das maiores vantagens oferecidas pelo RH Bahia será o acesso on-line facilitado a informações, vantagens e serviços por meio do Portal de Serviços (www.rhbahia.ba.gov.br).  O sistema terá ainda impacto na rotina dos líderes de equipe que vão utilizar o site para aceitar ou rejeitar pedidos de férias e licenças, gerir escalas e plantões, atestar freqüência e autorizar movimentações, dar assunção, entre outras atividades.

Fonte: Ascom Saeb

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.