Notícias

14/06/2018 18:06

Saeb cria comitê técnico para implantação do RH Bahia

A Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) acaba de instituir um comitê técnico para implantação do RH Bahia, o projeto de modernização da gestão de pessoas do Estado por meio do SAP, um software de gestão de padrão internacional. A decisão foi oficializada por meio da Portaria nº 1418, publicada nesta quinta-feira, 14 de junho, no Diário Oficial do Estado.

Formado por representantes das secretarias de Fazenda e Planejamento, Casa Civil, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb), além de integrantes do próprio projeto e das Superintendências de Previdência e Recursos Humanos do Estado, o comitê irá atuar como instância consultiva para as decisões estratégicas relacionadas à finalização da segunda etapa de implantação do sistema nos 53 órgãos da  administração direta.

“A criação do comitê foi uma forma que encontramos de envolver as secretarias sistêmicas e outras instâncias estratégicas na avaliação e discussão dos processos nesta fase final, compartilhando responsabilidades e proporcionando uma melhor gestão dos riscos e impactos da implantação para o Estado”, explica o superintendente de Recursos Humanos do Estado, Adriano Tambone.

Entre as atribuições conferidas ao comitê estão ainda, entre outras atividades, a avaliação de impactos da implantação para a legislação vigente – com a sinalização de alterações ou criação de novos marcos legais – e a identificação de necessidades de contratações para viabilizar a sustentação do RH Bahia, com o término da implantação.

Projeto pioneiro na administração pública nacional, o RH Bahia irá viabilizar a automatização de mais de 90% dos processos de Recursos Humanos do Estado, gerando economia para o Estado, graças ao aprimoramento dos controles sobre os processos, e uma série de benefícios para os servidores, que terão acesso on-line facilitado a informações e serviços. Desde janeiro de 2017, o sistema já roda em oito empresas públicas do Estado, sendo utilizado por mais de 3 mil trabalhadores. Já a atual etapa de implantação deverá mobilizar cerca de 270 mil servidores, aposentados e pensionistas.

Fonte: Ascom Saeb

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.